quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Bem Casados: Dan e Victor

Esse é mais um post que me deixa imensamente feliz! Sempre via a Dan participando no grupo de noivas que temos, mas não conhecia sua história com o Victor. Li cada pedacinho e é tão bom ver o quanto eles foram abençoados e que no final, o amor supera tudo!

Sou de BH e faço parte do grupo desde quando ele começou e acompanho a página desde que comecei a planejar meu casamento no ano passado.

Um casamento feito à mão e com o coração!
Começamos a namorar em 2007, quando entrei para a faculdade. ele era amigo da minha irmã e já havíamos nos visto algumas vezes. Ele é produtor cultural e eu sou atriz. Um dia ele me chamou para fazer um trabalho pra ele e eu fui! Então comecei a me interessar por ele e conversando no orkut o convidei para sair (sou dessas!). Começamos a namorar logo em seguida. Namoramos durante 4 anos, até que eu resolvi dar ouvidos à opinião alheia e terminamos o namoro. Choramos muito, ficamos muito tristes, mas na época eu não estava batendo muito bem da cabeça! Um ano se passou e eu fui ao terreiro que frequento para jogar búzios mais uma vez, mas para perguntar sobre questões profissionais (eu tinha terminado a faculdade) e nesse jogo, minha mãe de santo me perguntou se eu não tinha mais nenhuma pergunta a fazer e eu tinha! Perguntei quem era o Victor na minha vida e ela não respondeu. Respondeu que se eu quisesse ele voltava pra mim, mas que se eu decidisse voltar, que não poderia brincar com o coração dele. Dito e feito! Liguei pra ele e marquei um açaí despretensioso (sei!) e ele aceitou meio desconfiado. Conversamos muito e acabamos voltando nesse mesmo dia. graças a Deus! Depois disso voltamos com gás total, planejamos nos casar em breve e em dezembro de 2013 noivamos, só a gente, nossos pais, irmãos e cunhados. 

Em janeiro comecei a programar tudo que seria feito no meu casamento, inclusive o vestido de noiva. A gente queria que tudo ficasse com a nossa cara e que saísse muito barato e para isso pusemos a mão na massa. Comecei pelo topo de bolo feito de argila, depois fiz minha tiara (que seria feita pela minha mãe, mas fui muito ansiosa e fiz antes dela). Fizemos uma reunião com as aranhas que iriam tecer o vestido: minha mãe, duas tias e eu, decidimos as flores de crochê e qual modelo cada uma iria fazer. Comprei meu sapato e customizei, fiz minha almofada das alianças e decidi fazer um grupo secreto no facebook para reunir as mãos de fada do casamento e deixar tudo esquematizado em planilhas para que cada um soubesse tudo que tinha que ser feito. Minha mãe fez aquarelas para o convite e meu cunhado fez a arte, cortamos os envelopes à mão e imprimimos numa gráfica. A esposa do meu primo deu o bolo e doces, minha tia deu os bem-casados, uma amiga os espumantes, minha mãe ajudou com o aluguel dos vasilhames. Amigos filmaram e fotografaram. Uma grande amiga do terreiro ajudou na decoração e outra grande amiga me maquiou e uma outra fez meu cabelo. Além disso, tive apoio de várias outras pessoas ao longo dessa jornada!

Mas nem tudo eram flores nessa organização. A mãe do Victor é católica e sonhava ver o filho entrar na igreja. Quando anunciamos que iríamos casar num terreiro de candomblé, ela não aceitou. Isso foi uma questão pra gente, pois queríamos todos muito felizes e a mãe dele ainda mais, conversamos com ela, mostrei o vídeo do casamento da minha irmã que também casou lá, mas nada disso a fez mudar de ideia, ela não iria no nosso casamento. Fui ao terreiro mais uma vez e lá me falaram que não era pra preocupar, que tudo daria certo, que tinha gente lá em cima cuidando de tudo e nós decidimos confiar! E o resultado vocês podem ver nas fotos: a felicidade desabou sobre os homens! - Dan Costa


 
 

















Que a felicidade seja constante na vida de vocês! E que o amor que os uniu permaneça sempre em seus corações.

Fornecedores
bolo: Camila Pessoa Chocolates; bem casados: Madu Costa; convites: mãe da noiva, cunhado, noiva, noivo e amiga de infância da noiva; vestido de noiva: mãe da noiva, tias, noiva, mãos de fada de última hora; roupa do noivo: modelo escolhido pelo noivo, feito por alfaiate; local da cerimônia e recepção (bolo com espumante): Casa de Cultura Lodé Apará (Santa Luzia - MG); fotos: Catarina Maruaia e Netum Lima; filmagem: Pablo Bernardo;

2 comentários:

  1. Gente...
    Que fotos mais lindas.
    Que festa mais bela.
    Felicidades aos noivos.



    Abraço.

    AnaVi

    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir