A mãe da noiva

Ser mãe da noiva não é um papel fácil, mas a maioria acaba tirando de letra essa missão. Antigamente a mãe tinha um super trabalho, pois era ela que tomava pra si toda a responsabilidade de organizar o casamento de suas filhas.

Hoje em dia, as próprias noivas fazem questão de assumir a frente dos preparativos e a mãe assume o papel de parceira nessa organização. Contudo, algumas situações inconvenientes podem ocorrer, já que sua mãe pode se empolgar além da conta e:

a) Querer transformar sua festa em uma realização pessoal dela (um casamento que ela não teve);
b) Convidar toda a cidade para o seu casamento sem te comunicar (D. Zefa, a tia de D. Zefa, seu José, além do primo dele, que quer levar o irmão e a vizinha chata...);
c) Tornar sua festa algo maior do que já é com a desculpa de que só se casa uma vez na vida;
d) Ou todas as alternativas anteriores; rs

Para isso não acontecer procure envolver sua mãe desde o começo. Deixe-a ciente de como você quer que seu casamento aconteça. Convide-a para participar do planejamento, nem que seja para discutir o orçamento, ajudar você a encontrar o vestido de noiva dos seus sonhos ou elaborar a lista de convidados, etc.


Sem falar que, o casamento é uma boa oportunidade de estreitar os laços, unir mais ainda a família, ou aproximar aqueles que se afastaram por algum motivo.

Lembre-se que nem sempre as coisas ocorrem como desejamos e sua mãe é a pessoa que vai está do seu lado nesses momentos. Ela é a pessoa que você pode contar nos dias de alegria, e nos dias de tristeza também. Por isso é importante mantê-la ao seu lado e valorizá-la enquanto ela está por perto.