Bem Casados: Polliany & Anderson - Parte 02

Olá pessoas lindas,
como prometido hoje tem a segunda parte do casamento da Polly e do Anderson.

Os preparativos do casamento foi uma delícia e uma loucura ao mesmo tempo. Quando decidimos casar eu tinha certeza de algumas coisas que eu queria: ar livre, amarelo e só. O noivo tinha algumas exigências: Eu (sem ter feito chapinha ou escovinha no cabelo), cerimônia de dia e gramado. A família queria: cantar, dançar, chorar, se embelezar e nos paparicar. E foi após muita pesquisa, muito amor e MUITO conselho que conseguimos alcançar nosso sonho. Eram pessoas que mandavam mensagem pelo Facebook dizendo que tinham visto isso, ou aquilo que poderia nos ajudar. Outros que me deixavam espernear quando eu achava que não ia encontrar o sapato ideal… E por aí foi.  
No dia 02 de setembro acordei às 9:30, tomei café em família, lavei o cabelo como de costume, beijei o Anderson e fui para casa da minha maquiadora, Laisa Amorim. A cabeleireira era uma fofa e foi ela quem tinha me dado ideia de penteado. Saí de lá deslumbrante! Ao chegar no casamento às 16:15, pois o mesmo estava marcado para às 16, tenho a bela notícia que meu noivo, pai e irmão ainda não tinham chegado. Meu pai esqueceu a camisa em casa. Ah, sim meus pais moram há 20 km do hotel que estrategicamente era ao lado do clube onde casamos. Eu entrei em desespero e mandei mensagem para uma das minhas madrinhas. Em questão de segundos três delas aparecem na janela do meu carro e dizem: “Amiga! Você está lindaaaaa! Fique tranquila, daqui a pouco eles aparecem. Tá tudo sob controle.” Decidi aceitar o conselho. Fato ignorado, escuto a moça do cerimonial dizer “vai começar” e meu rosto voltou a se iluminar. Às 16:45 o casamento começou e eu ouvi os músicos tocarem " What you won't do for love". Como nós dois havíamos escolhido cada música, eu sabia exatamente quem estava entrando. O coração começou a acelerar quando ouvi "Seu Olhar" do Paulinho Moska porque eu sabia que eram meus priminhos com as placa "Tio Anderson, Lá vem sua garota". Meu pai apareceu do lado da minha janela com os olhos cheios de lágrima e eu já saí respirando fundo. E eu, decidi dar um sustinho no Anderson. Peguei o microfone e avisei “Amor, estou chegando!”. Quando nos vimos de longe foi a emoção mais louca de nossas vidas. Era uma mistura de felicidade, amor, com alívio e… Não sei, inexplicável.
Ambos havíamos prometido não chorar. Mas não deu pra aguentar. Para todos os lados que eu olhava também tinha gente chorando! Surreal ver pessoas que eu sempre vi num púlpito desde os 04 anos de idade estarem 20 anos depois celebrando nosso casamento. 
A festa… Ahhhh podia ter acabado, NUNCA. Anderson queria uma festa onde todos se divertissem e dançassem até doer os pés. Nossa primeira dança foi "Rock with you" do Michael Jackson e logo depois fizemos um corredor com homens de um lado e mulheres do outro. Aí pronto, cada um pegava seu par e "desfilava dançando" no corredor. Ver meus pais, tios, tias, primos, amigos e suas crias se jogarem na pista de dança e curtir conosco cada segundo foi impagável. Era tudo que queríamos. Aproveitar ao máximo cada segundo de nossa celebração do amor. Outra coisa que não teve preço foi dançar com as minhas Juh e Ju. Eu me sentindo a Beyonce e as meninas Beyoncets. E, o Mr. com cara de bobo. Por fim, o amor prevaleceu e exalou seus misteriosos poderes. Pessoas queridas fizeram nosso sonho acontecer. Nossa dedicação nos mínimos detalhes fez com que o casamento tivesse a nossa cara: amor e música.

















 














Ficha técnica: Espaço: Centrejufe | Decoração/ Bouquet: Di Camargo | Convite: Feito pelo Noivo (!) | Doces/Bolo: Clotilde Felten | Buffet: JM Buffet | Hair & Make Up: Gisele Sales  & Laisa Amorim | Músicos: Flávio Franklin (voz) e Charles Robson (violinista) | Cerimonial: Sonho de Deus

Polly e Anderson parabéns por esse lindo casamento. Que a união de vocês seja coberta de bênçãos, muito amor, compreensão e felicidades.