Me perdoa amor?

"O amor é paciente e benigno, não arde em ciúmes; o amor não se ufana, não se ensoberbece; O amor não é rude nem egoísta, não se exaspera e não se ressente do mal. O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Está sempre pronto para perdoar, crer, esperar e suportar o que vier." 1 Coríntios 13:4-7

Até que ponto nós estamos sempre prontos para perdoar e suportar tudo? Sim, nós sabemos que um relacionamento tem seus altos e baixos e não tenha esse casal que não passe por um momento crítico, uma situação chata, onde um dos dois pisa na bola e depois vem sempre com um “me perdoa amor”.

Muitas vezes, nem tivemos tempo de superar uma situação e ocorre outra e é como se aquela ferida que estava prestes a se fechar abrisse novamente. Perdoar é um ato nobre, uma atitude difícil de tomar, digo perdoar de verdade, sem ressentimentos. Na vida a dois nos vemos sempre diante disso, estamos sempre analisando, colocando a relação em cheque, vendo se vale a pena seguir a diante, perdoar para continuar o namoro, o noivado, o casamento.

Acho que nossas expectativas devem ser nitidamente definidas no início do relacionamento, seja no namoro, ou no casamento, pois isso vai deixar pouco espaço para interpretações erradas. Nós normalmente pensamos que os nossos parceiros devem agir da maneira que nós agiríamos em relação à determinada situação. Colocar todos os pingos nos “is” é realmente preciso, sim por que pode ter certeza que depois você vai se deparar com alguma situação difícil de resolver e que se você já estabeleceu as “regras” antes, não tem desculpas para “nunca conversamos sobre isso”, “você nunca me disse que se importava com isso”, etc. Qualquer relacionamento para existir deve ser construído com verdade, com sinceridade para ter uma base sólida.  Então falar é importante, dizer o que pode e o que não pode na relação é fundamental (não estou falando em ninguém proibir o outro de nada, estou me referindo a comportamento, posturas).

 Ah! Se seu parceiro comete um erro, no mínimo ele tem que te pedir perdão. Se ele não está disposto a assumir total responsabilidade pelo seu erro fica difícil né? Como você pode perdoar alguém que ao menos te pediu perdão? 
Penso que perdoar não pode ser da boca pra fora, quando você para e reflete sobre o que ocorreu e chega a conclusão que se seu parceiro tivesse outra chance ele faria diferente, quando você ver que vale a pena, uma nova chance pode ser dada.

Agora perdoar também não pode virar uma coisa banal né? Se você anda perdoando demais é melhor rever direitinho se vale insistir nessa relação. É certo que não somos perfeitos, estamos vulneráveis a errar, ter atitudes que podem machucar o outro, mas quando nos deparamos com a pessoa que está ao nosso lado cometendo os mesmos erros uma e outra vez... Aí complica não acham?